Espetáculo Teatral Cárceres da Consciência estreia no Espaço dos Satyros Um

Dia 17 de novembro, sábado, às 21h, estreia a peça Cárceres da Consciência da Faz Centro de Criação no Espaço Satyros Um. O patrocínio é da Gerresheimer via ProAC ICMS. São dois artistas no palco, Vince, o humano interpretado por Guttervil Guttervil e um Coronel por Fernanda Kawani Custodio. A temporada segue até 16 de dezembro, domingo, às 19h. Os ingressos custam R$ 40,00 e meia entrada.

Sinopse: A peça Cárceres da Consciência é ambientada entre 1968 e 2068 e fala sobre o mundo pós-apocalíptico, distópico, onde prevalece a supremacia das inteligências artificiais, que estudam o ser humano como ratos de laboratório para sugar o que há de melhor neles.

Na trama, um humano está sendo testado e analisado por uma inteligência artificial, que provoca lembranças e estímulos de pensamentos na cobaia através do princípio ativo da música, mais precisamente o rock, mexendo no espaço e tempo. Vince, uma cobaia, não percebe que está sendo utilizado como transporte desse princípio ativo, o rock, se sentindo prisioneiro de sua própria consciência, ele não consegue manter uma estabilidade de comportamento emocional e distinguir delírio e realidade, ele sofre o tempo inteiro, como o público, as conseqüências de estímulos sensoriais.

Cárceres da Consciência provoca um deslocamento entre representatividade e representação como forma de resistência. Em um tempo onde a representatividade se faz urgente, temos visto o feliz avanço de atrizes e atores trans e agêneros nos palcos, no nosso espetáculo o agênero Guttervil Guttervil interpreta Vince e a transexual Fernanda Kawani Custodio o Coronel, vivendo um personagem masculino.

Cárceres da Consciência expõe o aprisionamento da humanidade em um mundo regido pela tecnologia.

Texto de Luh Maza: “Em um tempo onde a representatividade se faz urgente, temos visto o feliz avanço de atrizes e atores trans nos palcos. Ainda que de maneira tímida e insuficiente, começamos a ter a oportunidade de contar nossas histórias com a nossa voz. Mas não nos enganemos, essa presença não se trata de mero efeito ou reparação: vai além, e quer mostrar que esses artistas são… artistas! E no jogo da representação é muito importante que possamos já iniciar o vislumbre do futuro inclusivo e livre. Nesse contexto ao colocar em cena a atriz transexual Fernanda Kawani Custódio vivendo um personagem masculino, o espetáculo não problematiza o gênero da intérprete, mas sim provoca o deslocamento entre representatividade e representação, reconduzindo a artista à liberdade criativa e multiplicidade de possibilidades do seu ofício. É uma grande oportunidade para todos idealizarem um futuro que transcenda o sexo dos atores não por liberaldades, mas porque a realidade das minorias trans do nosso país de fato se transforme e a assimetria social se desfaça. O primeiro passo é justamente a luta pela inclusão de nossos corpos dito dissidentes no teatro profissional, avançando assim rumo a naturalização de nossa presença em cena. Olhemos o trabalho de Fernanda Kawani Custódio como fruto de um laboratório desta mulher que dará vida cênica a um homem nesse espetáculo onde não só apenas sua identidade, mas também seu talento para a composição de personagem seja o centro das atenções”.

 

Ficha técnica

Realização FAZ Centro de Criação

Ideia original e pesquisa | Thadeu Vivas e Thiago Vivas

Texto | Criação Coletiva

Direção | Samira Lochter

Elenco | Guttervil Guttervil e Fernanda Kawani Custodio

Voz em off | Beto Bellini e Samira Lochter

Coordenação de Produção | Erika Barbosa Bellini

Coordenação de Criação | Beto Bellini

Direção de Arte | Thiago Capella Zanotta

Cenário e Desenho de Luz | Thiago Capella Zanotta

Figurinos | Erika Barbosa Bellini e Fernanda Kawani Custódio

Programação visual | Danilo Amaral

Produção Executiva | Produtora 2por1

Fotografia | Laysa Alencar

Assessoria de Imprensa | Bemelmans Comunicações

Contador | Wagner Lima

Proponentes | Wagner Santos e Cleia Regina Santos

 

Serviço

Patrocínio | Gerresheimer e ProAC ICMS

Espetáculo Teatral | Cárceres da Consciência

Estreia |  17 de novembro, sábado, às 21h

Término da Temporada | 16 de dezembro 2018, domingo, às 19h

Local | Espaço Satyros Um

Praça Roosevelt, 214

Tel | (11) 3258 6345

Dias | Sábado às 21h e Domingo às 19h

Duração | 50 minutos

Gênero | Surrealismo e ficção científica

Ingresso | R$ 40,00 e meia entrada (preço especial para moradores da Praça Rossevelt a R$ 10,00, mediante comprovação de endereço)

Classificação indicativa | 12 anos

Sócia-diretora da Bemelmans Comunicações, empresa de assessoria de imprensa. É formada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Fez Curso de Assessoria de Imprensa para empresas em momentos de crise.
Post criado 18

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo