Home A Empresa Como Trabalhamos Quem somos Clientes Contato Editorial Matérias

 

Quaternaglia comemora 25 anos com show no Auditório Ibirapuera

Dia 28 de abril, sexta-feira, às 21h, o Quaternaglia comemora 25 anos em show no Auditório Ibirapuera. No repertório obras de Bernstein, Egberto Gismonti, Paulo Bellinati, Ronaldo Miranda, Sergio Molina, Marco Pereira Christian Dozza. Ingressos a R$ 20,00.

Quaternaglia é formado pelos violonistas Chrystian Dozza, Fabio Ramazzina, Thiago Abdalla e Sidney Molina. O grupo utiliza três violões de seis cordas e um violão de sete cordas especialmente construídos pelo luthier brasileiro Sérgio Abreu.

A primeira apresentação do grupo aconteceu em junho de 1992 na PUC. Nesses 25 anos, o Quaternaglia lançou 8 CDs, gravando 25 obras originais, sendo 50 dedicadas ao quarteto por compositores brasileiros. O último CD, Xangô, foi lançado no ano passado. Além de inúmeras apresentações por todo o país, estiveram várias vezes nos Estados Unidos, Austrália, Portugal, Espanha, Uruguai, Argentina e em uma viagem histórica em Cuba com Leo Brower de anfitrião.

Entre os prêmios: “Ensemble Prize” no “Concurso Internacional de Violão de Havana” e "Prêmio Carlos Gomes" como "melhor grupo de câmara do ano" com o CD Antique, contendo transcrições de obras renascentistas e barrocas.

Vídeos: Quaternaglia - Sobre um tema de Gismonti https://youtu.be/5EHy-r_l7sA

Quaternaglia - Neverending Song (For Sounds without Words) https://youtu.be/vfcci4PILjA

Serão várias comemorações em 2017 e 2018. Acaba de ser lançado o novo site http://www.quaternaglia.com.br

Em 2017 e 2018 terão shows no SESC São Carlos, no Festival de Violão de Rio Claro, a preparação de um novo CD, gravação de vídeo com obra inédita dedicada ao quarteto, concertos com orquestras e turnê pelos Estados Unidos.

O repertório do show é dividido em dois momentos. No primeiro, o quarteto estreia dois ambiciosos arranjos para quatro violões: For four tango, do mestre argentino Astor Piazzolla, e West Side Story, de dimensões sinfônicas, com temas do musical de Leonard Bernstein inspirado em Shakespeare. Na segunda parte, uma homenagem a alguns dos compositores brasileiros de diferentes estilos e gerações que têm trabalhado com o Quaternaglia ao longo de seus 25 anos de história, de Egberto Gismonti a Ronaldo Miranda, de Sergio Molina aos experts do violão brasileiro Paulo Bellinati e Marco Pereira.

Programa:

Quaternaglia Guitar Quartet

I Parte

Astor Piazzolla (1921-1992)

Four for Tango (1988) arranjo: Fabio Ramazzina

Leonard Bernstein (1918-1990)

Danças Sinfônicas de West Side Story (1961) arranjo: Thiago Tavares

1.Prólogo (Allegro moderato)

2.Somewhere (Adagio)

3.Scherzo (Vivace e leggiero)

4.Mambo (Meno presto)

5.Cha-cha (Andantino con grazia)

6. Meeting Scene (Meno mosso)

7.Cool Fugue (Allegretto)

8.Rumble (Molto allegro)

9.Final (Adagio)

II Parte

Marco Pereira (1950)

Dança dos Quatro Ventos (2006)

Sergio Molina (1967) 

Canção sem fim para sons sem palavras  (2014)

Ronaldo Miranda (1948)

Suíte n. 3 (1973)         arranjo: Chrystian Dozza

1.Allegro

2.Allegretto

3. Lento

4. Allegro gracioso

Paulo Bellinati (1950)

Maracatu da Pipa (2004)

Egberto Gismonti (1947)

Um anjo (1999) arranjo: Paulo Porto Alegre

Chrystian Dozza (1983)

Sobre um tema de Gismonti (2012)  

Quaternaglia Guitar Quartet (QGQ) tem sido aclamado como um dos mais importantes quartetos de violões da atualidade, tanto pelo alto nível de seu trabalho camerístico como por sua importante contribuição para a ampliação do repertório. Em 25 anos de atuação, o grupo – formado pelos violonistas Chrystian Dozza, Fabio Ramazzina, Thiago Abdalla e Sidney Molina – vem estabelecendo um cânone de obras originais e arranjos audaciosos, o que inclui a colaboração com compositores como Leo Brouwer, Almeida Prado, Egberto Gismonti, Sergio Molina e Paulo Bellinati.

Sua atuação começou a despertar o interesse da crítica internacional no final dos anos 90 após a obtenção do “Ensemble Prize” no “Concurso Internacional de Violão de Havana” e da participação em importantes séries de violão e música de câmara nos Estados Unidos. Segundo o jornal Los Angeles Times, “uma aura de pureza penetrou o concerto do quarteto de violões Quaternaglia, que preencheu todos os requisitos com serenidade e inteligência em sua estreia na California”.

A discografia do Quaternaglia inclui os CDs Quaternaglia (1995), Antique (1996) – com o qual o grupo recebeu o “Prêmio Carlos Gomes” –, Forrobodó (2000), Presença (2004), Estampas (2010),Jequibau (2012) – finalista do “Prêmio da Música Brasileira” –, e Xangô (2015), além do DVD Quaternaglia (2006), gravado ao vivo.

O quarteto já se apresentou em quinze estados norte-americanos, entre os quais Arizona, Califórnia, Illinois, Ohio, New York, Mississippi e Texas, em países como Portugal, Espanha, Austrália, Cuba, Uruguai e Argentina, e em dezessete estados brasileiros, além de ministrar Master Classes e palestras a convite de instituições como Universidade Yale, Jacobs School of Music (Universidade de Indiana em Bloomington) e Conservatório de Coimbra.

A segunda década do século 21 iniciou para o Quaternaglia com uma turnê por seis estados brasileiros, seguida pela atuação do grupo como solista de orquestras conduzidas por Isaac Karabtchevsky e Leo Brouwer na Sala São Paulo, Theatro da Paz (Belém) e Teatro Nacional de Cuba.

Além de ter gravado 25 obras originais entre as quase 50 dedicadas ao quarteto por compositores brasileiros, Quaternaglia é reconhecido pela excelência de suas interpretações de Villa-Lobos e Leo Brouwer, bem como por performances especiais de renascença e música espanhola.

Radicados em São Paulo (Brasil), os músicos do Quaternaglia utilizam três violões de seis cordas e um violão de sete cordas especialmente construídos pelo luthier brasileiro Sérgio Abreu.

“O novo álbum do Quaternaglia Xangô é um vencedor. É extremamente bem tocado, traz um repertório belo e sofisticado, e tem excelente qualidade de gravação. O grupo certamente faz parte da elite dos quartetos de violões […] Quaternaglia é um ensemble de ponta; eles são vitais tanto melodicamente como ritmicamente, tocam com virtuosismo e entusiasmo, cada um individualmente ostenta um som maravilhoso, e são capazes de sonoridades encantadoras. As performances têm uma sincronização excepcional, mas, ao mesmo, tempo soam espontâneas. Um disco da mais alta qualidade.” Soundboard, EUA.

Serviço:
Dia 28 de abril
, sexta-feira, às 21h

Apresentação do Quaternaglia
Local: Auditório Ibirapuera 
Oscar Niemeyer

Av. Pedro Álvares Cabral, Portão 2, parque Ibirapuera, Ibirapuera, São Paulo, SP

Ingressos: R$ 20,00 e meia-entrada

Horários da bilheteria

Sexta e sábado das 13h às 22h
Domingo das 13h às 20h

Telefone: +55 (11) 3629-1075
info@auditorioibirapuera.com.br

Não recomendado para menores de 10 anos.
Não é permitida a entrada após o início do espetáculo.
806 lugares
Duração: 90 minutos

Para receber informações dos eventos culturais divulgados pela Bemelmans Comunicações
enviem um
e-mail

Bemelmans Comunicações
Assessoria de imprensa

Email